Regras da Falésia Paraíso

A FALÉSIA PARAÍSO ENCONTRA-SE ABERTA EM CARÁTER EXPERIMENTAL, LEIA AS REGRAS COM ATENÇÃO

Lembre-se que você está entrando em uma Propriedade Particular.

1 - Para visitar a propriedade, deve-se pagar R$ 5,00 por pessoa por dia. Se ninguém estiver na segunda casa do sítio (casa do Marcão) colocar o dinheiro na caixinha (cofrinho) que está na varanda ao lado esquerdo da casa. Não deixe de pagar, pois corremos o risco de não poder mais escalar nesta falésia.

2 - É proibido entrar e escalar a noite na falésia.

3 - Na estrada de terra dirija com muita atenção, não exceda 30 km/h, seja cortês e sempre dê preferência aos usuários locais.

4 - Imprima e leve o Guia de Escaladas da Falésia, pois ele contém informações importantes, como chegar, setores e croquis das vias.

5 - Trazer de volta todo o lixo.

6 - É possível acampar mediante pagamento de R$10,00 por pessoa por dia. Reservar antecipadamente por telefone (contatos abaixo).

7 - Proibido fumar e fazer fogueiras.

8 - Evitar deixar veículos na entrada do sítio. Para acessar o estacionamento deve-se abrir a tronqueira e deixar o veículo fora da estradinha no local indicado como estacionamento.

9 - Não fazer algazarra (gritar, xingar ou atirar objetos) e nem assustar os animais do sítio.

10 - Deixar as porteiras e/ou tronqueiras como estavam ao chegar.

11 - Tente evitar, mas caso desejem fazer necessidades fisiológicas, enterrar os dejetos e o papel higiênico.

12 - Não mexer nos materiais que estão na falésia, pois estes pertencem aos conquistadores.

13 - Pague logo ao chegar e quando for embora, certifique-se de ter pago a taxa de visita e camping de todos integrantes do seu grupo.

14 - Não deixe os cachorros do sítio irem para a estrada.

15 - Conquistas somente com autorização do proprietário e conquistadores locais.

16 - Não levar animais (cachorros, gatos, etc.).

Para Informações, dúvidas ou sugestões mande uma mensagem através do blog:

Solicite o telefone do proprietário nos enviando uma mensagem.

domingo, 2 de dezembro de 2012

Atenção: Via Interditada

 As vias O Retorno (5) e Batman (6) no Setor Batcarverna estão temporariamente interditadas, no momento existe um passarinho chocando ovos na via. 


Agradecemos a colaboração de todos.
 




quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Nova versão do guia de escalada da falésia

Estamos disponibilizando aqui no blog a versão mais atualizada do guia de escalada da falésia feito em parceria com o Blog de Escalada.




Lembre-se: antes de ir para falésia leia as regras com atenção.


segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Bastardos, Vaca Gostosa, Dá no Teto.

Hã?! Como assim??
Calma! abaixo eu explico.

Enquanto as conquistas no setor Acampamento esperam a remoção das três colmeias lá existentes para serem retomadas, durante o fim de semana anterior ao último feriado resolvemos investir em um projeto, e escolhemos a via Os Bastardos, localizada no setor Boas Vindas, à esquerda da Dá no Ninho. Tratava-se de uma via iniciando em uma travessia diagonal para a esquerda com boas proteções móveis, até uma árvore, voltando para a direita por cima em uma travessia horizontal com proteção fixa sob um imenso teto, cuja virada era o crux e terminava na parada dupla cujo rapel era exatamente sobre o ponto onde começa a linha. A virada do teto trata-se de um boulder no mínimo V5 (VIIc) que contrasta com a graduação do restante da via e, para mandá-la, tivemos que voltar e desclipar 4 proteções anteriores para reduzir o imenso arraste na corda. Ficamos o dia inteiro (domingo) trabalhando e levando vacas, até que no final da tarde isolei o boulder e o Luis Flávio mandou a via. Fomos embora felizes e pensando em duas variantes mais condizentes com aquela bela virada que visualizáramos durante as vacas levadas no dia.
Na quinta feira voltamos ao setor decididos a verificar a viabilidade das variantes e caso possíveis, grampeá-las. Após muita limpeza e seções de remoção de pedras soltas e podres grampeamos ambas. O serviço terminou no fim da tarde sob uma rápida e típica chuva de verão.
No último sábado voltamos para experimentar as novas linhas e fazer uma manutenção visando aliviar o arraste da via Os Bastardos batendo um grampo para possibilitar que, imediatamente após a seção móvel, ela subisse direto para o primeiro grampo sob o teto evitando uma caminhada á esquerda em um mato que terminava na árvore onde fazia-se uma proteção com fita. Isto feito fomos nos divertir. Luis entrou equipando, levou uma bela de uma vaca, veja a foto, depois foi a vez do Claudio entrar e vacar, entrei em seguida e adivinhe!!!! Vaaacaaaa!
Luis Flávio na Vaca Gostosa.
Na próxima rodada eu fui o primeiro a encadenar e o Luis o fez a seguir, Claudio machucou levemente o polegar e foi escalar algumas vias mais suaves. Demos o nome na via de Vaca Gostosa e achamos que deve ser  um VIIIa/b, esperando repetições.
Entramos a seguir na outra variante que tem saída na Dá no Ninho e antes do seu crux tem uma travessia para a esquerda e vai para o teto da Vaca. Demos o nome de Dá no Teto, estávamos bastante bombados e por isso não a encadenamos, mas acreditamos que sua graduação será algo entre VIIc e VIIIa.
Decidimos que a Os Bastardos não terá mais a travessia para a direita e terminará no primeiro P antes da travessia sob o tetão onde será batido mais um para formar a parada dupla. Os escaladores Cleiton Duarte, João Ferreira e Adônis Nascimento entraram na Os Bastardos e sugeriram para ela Vsup.

Conclusão: No setor Boas Vindas existem agora 3 vias à esquerda da Dá no Ninho, que são da direita para a esquerda: Dá no Teto, 25m, 13 Ps, VIIc/VIIIa?, Vaca Gostosa, 24m início em móvel, 8 Ps, VIIIa/b?, Os Bastardos, 17m, móveis, 3 Ps, Vsup?. Existem atualmente 138 vias prontas em toda a falésia.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Fúria da Natureza


Este é o nome da mais nova via de escalada do setor Acampamento, com ela, agora são 135 em toda falésia.
Trata-se de uma maravilhosa linha, à esquerda da fenda Dia das Crianças, que começa com duas proteções fixas e entra em uma bela fenda cuja proteção móvel é feita em friends grandes e médios, com peças repetidas. Medindo uns 23 metros, termina embaixo de um teto magnífico com  mais duas proteções fixas e a base em 2 grampos P, sendo um de 1/2" e outro de 10 mm.
A primeira tentativa de conquista ocorreu sábado com os conquistadores Inácio Bianchi e Claudio Medeiros e Cleiton Duarte Ferreira, pois, o outro conquistador, Luiz Flávio Oliveira, deu um "perdido" na equipe, alegando falta de "alvará conjugal" para encarar a empreitada, logo ele, que foi o herói da semana anterior abrindo a primeira via do setor.
A via recebeu este nome por motivos justos. Já no primeiro dia a primeira batalha contra os elementos naturais foi vencida com um facão com o qual, na segurança do Claudio, eliminei uma moita gigantesca de cipós podres e secos que obstruíam a linha. Logo a seguir sofri um ataque ferrenho dos marimbondos enquanto progredia na fenda, após atacarem com muitas ferroadas eles foram contra-atacados com armas pirotécnicas e derrotados. Logo após ter colocado a primeira proteção fixa no final da fenda, já nas segurança do Cleiton, a natureza resolveu mandar um exército mais poderoso ainda, as abelhas africanas, perante este último ataque, recuamos e abandonamos temporariamente a via. Restou a mim e ao Cleiton limpar os escombros da base do setor, retirando o amontoado de cipós, tarefa que nos deu muito trabalho.
No domingo eu e Rogério Nogueira entramos novamente na luta, agora com arma química (Baygon) com a qual  aplicamos muitas baixas nos marimbondos. Chegando ao último P batido, fixei mais uma proteção e quando me preparava para bater a base, recebi o pior ataque da natureza, as abelhas já chegaram fuzilando, e houve o nosso segundo recuo, porém desta vez com uma dezena de ferroadas das malditas africanas. Foi para nós a segunda derrota, porém a guerra continuaria.
No chão nos preparávamos para ir embora quando a natureza novamente atacou, agora com uma tempestade com muito vento que durou umas duas horas e fez com que tudo ficasse molhado, mesmo as partes mais abrigadas pelo teto. Após o fim da tempestade as abelhas se recolheram, entrei novamente na via e cheguei ao último P que havia batido, esperei um pouco e vendo que as abelhas já estavam sossegadas, imediatamente comecei a progredir rumo à base, tão preocupado que estava com as abelhas, não percebi uma casa com enormes marimbondos e levei mais um monte de ferroadas, porém, cheguei ao teto e finalizei a conquista.


terça-feira, 16 de outubro de 2012

Novo Setor na Falésia: Acampamento.

Neste feriado do dia das crianças resolvemos mais uma vez contrariar a previsão do tempo, que era de 80% de probabilidade de 45 mm de chuva, e fomos para a falésia com o intuito de acampar e abrir mais alguma via, porém, quando chegamos na sexta-feira vimos que, desta vez, a previsão não falhara, tivemos que optar por iniciar os trabalhos no setor que não molha com a chuva e não acampar. Logo chegando ao setor o Luis Flávio inicia a conquista pela fenda e segue nela até o seu final, no teto, batendo a parada e terminando a conquista desta linda linha, que foi batizada de Dia das Crianças, tem uns 22 metros e Inácio fez a primeira ascensão sugerindo um VIIa, vamos aguardar novas repetições para confirmar o grau da via.


Via: Dia das Crianças (móvel) - 22 metros
No sábado retornamos a falésia para continuar os trabalhos e abrimos mais duas vias à direita da fenda, ambas têm a mesma saída, a primeira se chama 45 milímetros e sugerimos um V grau, a segunda se chama Tanga Frouxa e a graduação sugerida foi um VIIa/b, aguardando novas repetições para confirmar o grau.
Via da esquerda: 45 milímetros - via da direita: Tanga Frouxa
No domingo já sem chuva abrimos a quarta via da parede, ela começa um pouco mais alta que as outras vias, e termina na virada do teto, tendo duas partes negativas uma já na saída, onde se encontra o crux, e outra no final, aparentemente será uma via de oitavo grau.
Todas as 4 vias apresentam movimentos de virada de teto com agarras boas e podem ser escaladas em dias de chuvas torrenciais.Com estas últimas conquistas chegamos a 134 vias.

Via Pipoca Mágica

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Novas Vias, novas cadenas e uma homenagem.

No final de semana de 15 e 16 de setembro abrimos mais duas vias na falésia, totalizando agora 130. No sábado foi aberta a via Medalha de Prata no setor Cânion, é a última via a direita de quem sobe, logo depois da via Surto Psicótico. O nome é uma homenagem ao feito do Raphael Nishimura, ilustre frequentador da Falésia Paraíso. Trata-se de uma via no estilo curta e grossa, tem uns 8m, regletes potentes, e uma movimentação bem técnica, mais um desafio aos bons escaladores.
Por falar em desafios, neste mesmo dia os escaladores Edu Felício e Renato Passos (Mineiro) mandaram um projeto que há mais de um ano persistia no setor 90 Graus. O FA foi do Mineiro, a via se chama Independência ou Morte, e teve a graduação sugerida em 9b (7c+ FR) e espera mais cadenas para confirmação.
Inácio abrindo a Via Medalha de Prata no Setor Cânion

No domingo o setor Couro de Cobra recebeu mais uma via, a Bife de Chorizo, localizada a esquerda com Ps Inox, é uma via bem longa com cerca de 25m. Com 15 Ps, possui pequenos tetos, aderências, agarrões, etc, bem completa. Provavelmente não será de grau muito elevado, ficando talvez próximo ao sétimo. Esperando ser desvendada.
Paulo Menezes abrindo a via Bife de Chorizo no setor Couro de Cobra

No dia primeiro de setembro, no setor 90 Graus foi aberta à direita da Vitamina a via Quiropraxista. Tem uns 10 m, 7 Ps, uma saída técnica como crux, exige uma boa movimentação, e tem um cruxzinho no final. Uma semana depois o escalador Mateus (Mineirinho) fez o FA e sugeriu VIIa (6c FR). A mesma via recebeu mais duas cadenas e continua com o grau sugerido, esperando mais cadenas para definição.

terça-feira, 31 de julho de 2012

Setor Couro de Cobra - Via H1N1

Neste sábado dia 28/07/2012 conquistamos uma nova nova via no Setor Couro de Cobra, a via se chama H1N1 e ficou bem difícil, começando em um diedro e terminando em um teto grande com agarras boas. Este setor conta agora com quatro vias bem altas e expostas, todas ainda sem cadenas confirmadas, da direita para a esquerda: Couro de Cobra, Pozinho, H1N1 e Rei Artur. 


Via H1N1 no Setor Couro de Cobra

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Nova via no Setor Eclipse

Na última semana Inácio Bianchi juntamente com o Luís Flávio conquistaram uma nova via no Setor Eclipse, é uma fenda escalada toda em móvel, com a parada feita em uma árvore no final da via, de onde deve se fazer o rapel. A Via se chama Discutindo a Relação, e a graduação sugerida foi V grauÉ uma ótima opção para quem esta começando a guiar em móvel. Agora este setor conta com 3 vias em móvel. 




segunda-feira, 25 de junho de 2012

Projetos para Motivação

A Falésia Paraíso conta até o momento com 125 vias prontas, destas, 27 vias ainda não possuem cadena confirmada. 
Se você está na "pegada" de tentar vias de grau mais forte que tal um novo projeto para motivar?

Na tabela abaixo segue a relação das vias e os setores onde elas se encontram.


1
Ambidestro, Projeto, 6m, 3 Ps.
90 Graus
2
Independência ou Morte, Projeto, 7m, 4 Ps.
90 Graus
3
Vitamina, Projeto, 10m, 5 Ps.
90 Graus
4
Bruce Wayne, Projeto, 10m
Batcaverna
5
Os Bastardos, Projeto, 20m, Nuts e Friends.
Boas Vindas
6
Jabuti Ninja, Projeto, 20m.
Buracos
7
Esquilo, Projeto, 28m, 3 Ps + Nuts e Friends.
Cânion
8
Iron Man, Projeto, 23m, 8 Ps.
Cânion
9
Feliz Ano Velho, Projeto, 10m, 4 Ps.
Cânion
10
Feliz Ano Novo, Projeto, 10m, 5 Ps.
Cânion
11
Pai Velho, Projeto, 22m, 10 Ps.
Cânion
12
Raios e Trovões, Projeto, 15m, 9 Ps.
Platozinho
13
Menos uma, Projeto, 10m, 6 Ps.
Eclipse
14
Bolero de Ravel, Projeto, 15m, 8 Ps
Eclipse
15
Couro de Cobra, Projeto, 15m
Couro de cobra
16
Pozinho, Projeto, 25m
Couro de cobra
17
Rei Artur, Projeto, 26m, 14 Ps.
Couro de cobra
18
Rainha Nefertiti, Projeto, 55m.
Seu Renato
19
A Volta da Furadeira, Projeto, 22m, 7 Ps + nuts e friends.
Seu Renato
20
Proposed Approach, Projeto, 30m, 16 Ps. 
Seu Renato
21
Joga Água no Capeta, Projeto, 30m.
Visual
22
Dengue Hemorrágica, Projeto, 30m.
Visual
23
Medo da Chuva, Projeto, 10m. (móvel)
Eclipse
24
Pica Pau, Projeto, 12m, 7 Ps.
Onça Pintada
25
Trinca Ferro, Projeto, 12m, 7 Ps.
Onça Pintada
26
Comfortably Numb, Projeto, 25m, 11 Ps.
Onça Pintada
27
Show de Calouros, Projeto, 25m, 10 Ps.
Onça Pintada